Proof-of-Health, uma via de confirmação

Civic, Proof-of-Health

Proof-Of-Health ou Passaporte de Vacinação? Uma via de confirmação.

Proof-of-Health , passaporte de vacinação, passaporte sanitário como alguns sugerem, afinal o que queremos fazer transparecer dos futuros caminhos a seguir? É o futuro ou um passado já existente e curiosamente em Blockchain , onde Estados afirmam de forma consecutiva que são coisas para terroristas, tráfego, etc. A opinião pública de cripto ativos está dividida com tantas associações positivas e negativas, onde Bitcoin é o mais conhecido. Começo pelos Estados Unidos, numa fase pós Trump.

Civic, Proof-of-Health
Photo by Civic Technologies

Estados Unidos da América, Civic (CVC) e Proof-Of-Health

Pelos Estados Unidos , a Civic Technologies , uma empresa baseada em São Francisco trabalha na área de soluções de identificação digital, conjugando também uma Civic Wallet para identificação digital segura, associando um vasto leque de cartões de identificação ( carta de condução, identificação, passaporte e permissão de residência ).

Em Junho de 2020 a realização de uma parceria com o Circle Medical Hospital ( USA, São Francisco ) adicionou o acto de vacinação à identificação na sua wallet ( carteira ) cujos os dados ficam em blockchain , perfeitamente privados para o utilizador. Um passo gigante, denominado de “Proof-of-Health”. Em que consiste? Numa primeira fase a disponibilização de prova de saúde, com a associação dos resultados do Teste Covid-19 associado ao seu perfil / carteira digital. Mais de 100.000 pessoas entraram posteriormente numa beta waiting list , que ficou online posteriormente.

Privacy Proof-of-health verification , o termo utilizado pelos Norte-Americanos é seguramente o passo seguinte a nível mundial . A Civic Technologies afirma que foi desenvolvido para, em primeiro lugar, proteger a privacidade individual de cada utilizador da app / blockchain . Os utilizadores têm o controlo absoluto da sua informação e com quem a querem partilhar , seja num futuro acesso a um local de trabalho, seja num aeroporto ou em qualquer outra atividade.

O primeiro passo da adesão à Civic Technologies Wallet é a autenticação da pessoa , recorrendo a Inteligência Artificial e à tecnologia blockchain. Após a verificação os utilizadores adquirem o controlo absoluto do que querem partilhar. Um exemplo para percepção ? Ao visitar um hospital é possível partilhar a informação de vacinação em dia ou resultados do teste Covid, mas não facultar a informação do passaporte ou carta de condução que são desnecessárias . Qualquer lugar com acesso pode ser aderente, como por exemplo um ginásio, lojas de retalho, espaços públicos com controlo de acessos, museus, escritórios, escolas, entre outras lojas.

Reino Unido a caminho do Proof-of-Health

O Reino Unido pretende o maior número possível de vacinas realizadas face aos resultados do Covid e até ao momento as pessoas vacinadas recebem um cartão de vacinação exclusivamente de Covid. Os dados são adicionados aos registados médicos de cada indivíduo. Em termos políticos, é considerado a forma das pessoas provarem que são de risco menor na cadeia de transmissão ou de efetivamente terem Covid.

Existe a possibilidade do passaporte de vacina ser adicionado ao sistema atual, disponível através da aplicação NHS app. Vantagens? A possibilidade das pessoas demonstrarem através de uma aplicação móvel que receberam a vacina e/ou a realização de um teste negativo.

Também por terras de sua Majestade esta aplicação e a possibilidade destes dados são controversos, existindo presentemente uma petição para a não inclusão destes dados relacionados com o Covid por parte de mais de 200.000 pessoas que já assinaram a petição. Qual o principal impacto? A discussão em parlamento, à semelhança do que acontece em Portugal com outros números mínimos.

União Europeia e o Passaporte de Vacinação

Caminhamos para uma análise dos requisitos técnicos, uma análise que levará três meses de acordo com a presidente da União Europeia . A Europa está agora em movimento a dar os primeiros passos, centrada numa visão de vacinação.

Avançamos para uma visão redutora de vacinação Covid19? Algo mais amplo que integra o sistema de saúde dos Estados membros, criando uma base de dados Europeia e partilhada entre Estados? Os próximos meses são cruciais para novos desenvolvimentos nesta área, até com intenção de incrementar o comércio internacional e nomeadamente o Turismo e os vários agentes económicos integrantes. Hotéis, Aviação, Animação Turística, Agências de Viagens , entre outros agentes. 

Portugal

Reinventar o turismo, para além dos serviços prestados seja pela melhoria dos mesmos, seja por inovação dos novos serviços, qualidade elevada prestada ao cliente , passa também ( e sobretudo) pela melhoria dos processos dentro da própria empresa e entre empresas, fruto das parcerias geradas neste período avassalador.

Novos posicionamentos podem passar também pela abordagem de novos mercados. Porquê? Porque o desconfinamento ( à data deste artigo, Fevereiro 2021), irá ter impactos diferentes em cada País, especialmente nos mercados mais comuns e atractivos para o turismo Português. Reinventar da prestação dos serviços será necessária, via parcerias, alteração do modelo de negócio ou pura e simplesmente de processo. 

Últimos 10 artigos publicados

Polkadot

Polkadot

Polkadot

Polkadot é um protocolo de rede que permite que dados arbitrários – não apenas tokens – sejam transferidos entre blockchains. É um ambiente de aplicações cujos os registos cruzados das várias blockchains são possíveis de processar.

Polkadot (DOT) pode transferir dados entre blockchains, independentemente das mesmas serem públicas, abertas ou sem permissão, assim como privadas e permitidas, através de protocolos de segurança. Com este conceito é possível o desenvolvimento de aplicações na blockchain Polkadot (DOT), que permite a interação com os seus utilizadores ( e também wallets ).

Polkadot

O token em site proporciona três vertentes díspares, mas complementares, nomeadamente :

a) Governação :
Os proprietários do Token DOT ( possível de adquirir numa exchange, como por exemplo na BINANCE  ) têm o controle absoluto do protocolo, desde que na carteira da app desenvolvida pelos programadores da POLKADOT  ( possível fazer o download na appstore ou google store). Privilégios que em outras plataformas são exclusivos de miners. É possível  a inclusão de eventos excepcionais como o upgrade do protocolo ou resolução de questões de código.

b) Staking
Boas práticas levam à premiação dos proprietários dos Tokens, ganhando benefícios e o inverso também é correto, assegurando assim uma rede segura. 

c) Bonding
Novos Parachains ( utilizados na rede) levam à adição de Tokens . Parachains fora de data ou inúteis são removidos, constituindo assim a premissa POS ( proof of stake).

Tecnologia Polkadot

Polkadot é assente em tecnologia substrate, uma framework de desenvolvimento da blockchain pela Parity Technologies e cuja aprendizagem deriva das blockchains Ethereum, Bitcoin e empresariais. Compilado para Webassembly (WASM) com uma performance virtual. Empresas como a Google, Apple, Microsoft , Mozzila criaram um vasto ecossistema em redor deste standard. 

A rede de Polkadot usa libp2p, uma estrutura de rede de plataforma cruzada flexível para aplicativos ponto a ponto. Posicionada para ser o padrão para futuras aplicações descentralizadas, libp2p lida com a descoberta e comunicação de pares no ecossistema Polkadot. O ambiente de execução Polkadot está sendo codificado em Rust, C ++ e Golang, tornando o Polkadot acessível a uma ampla gama de programadores.

Aplicação Prática desta Blockchain

Um dos exemplos facultados pela POLKDOT.NETWORK são os registos académicos devidamente autorizados de uma determinada escola, podendo proceder através de uma prova de contrato ( smart contract ) para verificação de diplomas numa cadeia pública. Em termos práticos, imagine que está a concorrer a um emprego e a entidade contratante solicita a sua autorização para verificação do seu percurso escolar.

Tudo isto à distância de um clique, através da intervenção de três autoridades ( você, instituição universitária , entidade empregadora ).

Últimos 10 artigos publicados

Imobilizado cripto ativos

Imobilizado Cripto Ativos

Bitcoin que futuro?

Cripto ativos no imobilizado empresarial é o presente em algumas empresas norte-americanas, ainda longe no tecido empresarial Português, porquê? Porque atravessamos um processo de aprendizagem na Europa e em Portugal.

Em Portugal a legislação é inexistente, onde os privados não precisam de declarar os ganhos ou perdas de cripto ativos ao Estado. Decorre presentemente um período de análise de dados, após a consulta do Banco de Portugal no sentido de ouvir os agentes económicos. Aqui a questão é : Que agentes económicos? Estamos a falar de traders, pessoas que exercem a actividade de mining (mineração de cripto ativos), empresários em nome individual? Existe toda uma lacuna e um processo um pouco desviado da realidade. Na realidade, existe conhecimento de pessoas sobre estes mercados, mas que desenvolvem a sua actividade sem alaridos ou demonstração de riqueza.

Imobilizado Cripto Ativos

A moda chegou a Portugal, mas existe todo um grupo de pessoas que desenvolvem a sua atividade de mineração, compra e venda ou investidores de longo prazo, que iniciaram a sua atividade em 2013, outros em 2015, até ao presente dia. Presentemente é uma febre e o mercado apresenta mais de 4000 ativos disponíveis. 

Quando pensamos no que é o BITCOIN (conheça um pouco mais sobre esta moeda, no link apresentado), remetemos a data de criação para o ano de 2007 e a primeira transacção realizada em 2010. O caminho foi feito de erros, aprendizagens, desenvolvimentos, novas ideias, novos projectos e formas de investimento nesta última década. 

Nas empresas, com o recente caso de pandemia, fez refletir ( acredito eu ) na volatilidade dos mercados. Se em 2019 era importante instalações com um conjunto de características, dedicadas e pensadas no desempenho de funções, o efeito de pandemia deu a conhecer ao mundo o trabalho remoto e novas formas de trabalhar sem a necessidade de instalações físicas por parte das empresas, mas com outras necessidades específicas por parte dos seus ativos humanos.

As necessidades passaram a ser celeridade nas telecomunicações de acesso a dados, conciliação profissional com o pessoal, fruto do desempenho de funções no lar, isenção de horário, mas com efeitos também na liderança e chefias das empresas, habituados a um conjunto de reuniões de periodicidade semanal , etc.

Gosto sempre de refletir e afirmar que é possível a auto responsabilização dos ativos humanos, a ATOS (IT), REMAX (Imobiliário), entre tantas outras empresas trabalham já este modelo nas duas últimas décadas.

Empresas com incorporação de imobilizado cripto ativos

Sim, presentemente é possível e realizado empresas gigantes sobretudo norte-americanas, o mais recente caso da TESLA é somente mais um caso. Mais sonante pela liderança e a sua interação nas mais diversas redes sociais, mas não deixa de ser somente mais um caso.

O caso surge da troca de tweets entre os líderes da TESLA e MICROSYSTEMS, com posterior aquisição e toda uma postura de influencer nas redes sociais que levaram também à valorização do ativo, fruto da influência de Elon Musk.

Será preocupante esta influência? Bem, provavelmente SIM e N O são respostas válidas por motivos diferentes. SIM porque pode condicionar as mexidas no mercado, por quem têm audiência , influência e capital disponível . N O , provavelmente a longo prazo, com a inclusão de novas empresas a seguir as pisadas , que possam ter uma estratégia diferente. Na realidade, as restantes empresas apresentam uma estratégia distinta de silêncio e comunicam ao mercado, até porque são obrigadas pela cotação em bolsa a aquisição ou venda de cripto ativos.

Empresas e cripto ativos , alguns números

Como foi afirmado anteriormente, apresento algumas empresas com cripto ativos que fazem parte do seu portfólio financeiro e com forte impacto no cashflow das mesmas. Não foram incluídas empresas especializadas em consultoria de ativos que servem de intervenientes.

TESLA

Investimento de 1500 mil milhões de USD em Bitcoin, comprados a uma média de 33-35.000 USD . Presentemente, um ativo com uma valorização de 600 milhões de USD, cotação atual (23 Fevereiro 2021).

MICROSTRATEGY

Em Agosto de 2020 adquiriu 250 milhões de USD ( 21,454 BTC ) a um preço de 12000 USD . Dezembro de 2020, adquire mais 650 milhões USD a um preço unitário de 21,925 USD .Na realidade a MICROSTRATEGY investiu 1000 milhões USD , representando aos valores de hoje e somente 7 meses desde a primeira compra, 3500 milhões no seu balanço. A empresa tem agora um plano de novo investimento de 600 milhões de USD para 2021.

SQUARE

A SQUARE, empresa tecnológica de pagamentos, anunciou esta semana o reforço do seu investimento inicial datado de 2020. Neste momento a empresa tem 224 milhões de USD, para um total de 8025 BTC.

O mundo está a mudar (onde é que já ouvi isto ou similar) e somente 3 empresas norte-americanas representam neste momento um total de 5500 mil milhões de USD à cotação actual.

A questão que se coloca por último é … e as empresas de trading de cripto ativos? Qual será o volume das mesmas? Para além do serviço que prestam de intermediação, seguramente refletem também em ativos .

A COINBASE por exemplo, com melhor usabilidade para os utilizadores ( na minha opinião ) anunciou recentemente a entrada em bolsa através de IPO, com uma cotação por acção de 303 usd ( em Portugal, não temos nenhuma cotada a este valor ). A partir daqui, será exigido pela SEC a comunicação dos seus ativos próprios. Se por um lado a Coinbase já é gigante, imaginem a BINANCE que actua fundamentalmente no mercado Asiático e a sua dimensão.

Vamos caminhar seguramente para a incorporação de Imobilizado Cripto Ativos nos balanços das empresas. Falta saber o espaço temporal e a legislação na União Europeia e mais concretamente em Portugal.

Últimos 10 artigos publicados

Bitcoin

Bitcoin

Bitcoin que futuro?

Bitcoin que futuro? Provavelmente uma das perguntas que mais vezes foram feitas ao longo dos anos por interessados nos assuntos de ativos digitais, cripto ativos ou moedas digitais. Interessa primeiro perceber o que é e como nasce o cripto ativo mais valorizado no Mundo.

Bitcoin

Bitcoin - Conceito

Bitcoin é um conceito de cripto ativo que não necessita de entidades externas para concretizar uma transação entre duas entidades. Nesta perspectiva bancos, corporações ou estados, não são agentes no processo de transferência.

O registo do domínio bitcoin.org data de 18 Agosto de 2007. Posteriormente em Novembro do mesmo ano é publicado por Satoshi Nakamoto um estudo denominado de Bitcoin : A Peer-To-Peer Electronic Cash System . O conceito de peer-to-peer era já conhecido noutra perspectiva (quem não se lembra do famoso Napster , famosa rede P2P de discografias completas em formato MP3, 1999-2001).

Quem é Satoshi Nakamoto ?

Satoshi Nakamoto é … bem na realidade ninguém sabe quem é ao certo. Existe uma elevada especulação em redor deste assunto e sugeridos alguns nomes atribuídos a este pseudónimo. Desenvolveu o primeiro banco de dados da blockchain em 2009, altura que minerou (foi processado) o primeiro bloco de dados na blockchain. Satoshi Nakamento desenvolveu também a solução do duplo gasto com a moeda digital / cripto ativo . Teve elevada importância no desenvolvimento do Bitcoin até Dezembro de 2010.

Gradualmente o domínio e outros domínios relacionados foram entregues a outros membros da comunidade, com quem tinha maior relacionamento. Satoshi Nakamoto não se sabe quem é ainda hoje. Se por um lado existe a teoria que é de origem Japonesa, e-mails, posts em fóruns, demonstram que tem um inglês perfeito deitando por baixo esta teoria. Por outro lado, a perfeição do código fonte da blockchain conduz a teorias de que na realidade são várias pessoas ou somente um pseudónimo.

Existem várias teorias de que Vincent Van Volkmer, Craig Steven Wright, Hal Finney, Dorian Nakamoto, Nick Szabo, entre outros nomes mencionados ao longo da última década.

A primeira transacção de cripto ativos?

Decorria o ano de 2010, mais concretamente o dia 22 de Maio, que ficou sobejamente conhecido como Bitcoin Pizza Day. Porquê? Decorria a criação das transações quando Laszlo Hanyecz concordou pagar por duas pizzas 10.000 bitcoins .

Vocês perguntam… 10.000 Bitcoins? É verdade, na altura o preço era mínimo e estou seguramente certo que aos dias de hoje seria considerada uma pessoa com elevados problemas psiquiátricos, uma vez que no presente ( Fevereiro 2021, equivale a 527 Milhões de USD – 1 bitcoin = 52700 usd).

Que impacto para privados?

Bitcoin é hoje em dia uma forma de crescimento financeiro em determinado espaço temporal ( mas também decréscimo e esta nota é importante para um investidor em cripto ativos ). Os pagamentos em Bitcoins podem ser utilizados em dispositivos móveis, através da leitura e pagamento, simplesmente em duas etapas. Não necessita de pin, passar cartão ou assinar nada. Mas então, perguntam vocês e o NFC touch dos cartões multibanco? Bem, na realidade precisam de uma entidade externa ( entidade bancária emissora do cartão). Para proceder a uma transacção necessita basicamente de dois dispositivos com uma app wallet instalada em que a pessoa que paga, vai ler com o seu dispositivo o QR Code da receptor, ou NFC).

As transações realizadas com Bitcoin são protegidas através de assinaturas criptográficas,  matematicamente e energia, nomeadamente gasta na prova de trabalho (POW – Proof of Work), no processamento da informação na blockchain.  A blockchain funciona em qualquer lugar em qualquer hora. Funciona exatamente como o seu email, sempre disponível para utilização. Funciona de forma permanente, levando poucos minutos a proceder a uma transferência de bitcoins, ao contrário do seu banco que necessita de dias úteis para uma simples transferência nacional ou internacional. 

Verdadeiramente simples, mas … pagamos as transferências realizadas? Depende somente da carteira que utiliza ( wallet ). Se é o receptor dos bitcoins não existe lugar ao pagamento de uma taxa, no entanto, para quem envia, existe sempre uma taxa de transação que varia de acordo com a carteira que utiliza. Algumas carteiras apresentam os valores das taxas e poderá decidir uma taxa mais baixa ( ou até que valor está disposto a pagar) sendo o processo mais lento ou pagar uma taxa mais elevada (se é mais urgente). Habitualmente as taxas estão relacionadas com os valores transferidos.

O Bitcoin não tem um número de cartão de crédito ou conta bancária associada, tem uma carteira de ativos ( wallet ) constituída por uma série de números e letras que não revela a sua identidade na blockchain. Ou seja, é impossível de saber que determinada carteira lhe pertence. Baseado nisto, existe toda uma corrente que associa os bitcoins em particular e outros ativos em geral a tráfico de armas, drogas e outros crimes. No entanto, é preciso também dizer que crimes existiram, mesmo prévios à criação de cripto ativos e neste caso o Bitcoin. Na realidade o dólar americano é a moeda mais utilizada na área do crime.

Mas é somente uma moeda? Ativo digital?

A blockchain proporciona aos utilizadores proteção para as fraudes mais comuns, como por exemplo cobranças indesejadas ou devoluções. Aos utilizadores é dada a possibilidade de salvaguardar ( backup ) as suas carteiras (wallets). Dispensa conta bancária e permite a realização de transacções entre utilizadores a qualquer hora e em qualquer ponto geográfico. Este pode ser um forte contributo ao comércio global.

O processo de transacções pode ser também utilizado para crowdfunding, doações, pequenos pagamentos, entre tantas outras operações fruto da descentralização de dados, segurança e celeridade. Bitcoin é muito mais do que uma simples moeda digital ou ativo.

Onde posso adquirir Bitcoins?

O processo mais simples é através da adesão a uma Exchange . As mais conhecidas à data presente são a BINANCE e a COINBASE, por motivos diferentes que são apontados nos mais diversos grupos de Facebook, Telegram ou Whatsapp .

A COINBASE com origem americana disponibiliza atualmente 42 moedas / Tokens possíveis de adquirir após a transferência de fundos ( via SEPA) ou imediato utilizando um cartão VISA / Mastercard . Caso presentada abrir conta na Coinbase, siga este link . (oferta de 8,25€ em Bitcoin. Requisito de um depósito mínimo de 90€ ). 

A BINANCE é mais vasta no que concerne aos pares de comercialização de moeda e Tokens, no entanto, apresenta menos usabilidade para quem quer iniciar neste mundo. Se pretende abrir conta na Binance sugiro que siga este link . Estou no programa de afiliados, ambos ganhamos 10% do valor de fees de transacções.

Após criação da sua conta, é habitualmente solicitado comprovativo de identidade, através do Cartão de Cidadão ou Passaporte, assim como comprovativo de morada ( através de uma fatura de telecomunicações, água, luz, cabeçalho de extracto bancário, entre outros. A factura deverá ter uma data inferior a 90 dias, prévia à data de registo nas plataformas).

Mas só existem estas duas plataformas? Não , efetivamente existem dezenas de plataformas, de origem diferente. Estas são as mais conhecidas a nível Mundial e que apresentam maiores volumes de transacções entre utilizadores.

Legislação Portuguesa em vigor sobre cripto ativos

A Legislação Portuguesa à presente data ( 20 Fevereiro 2021 ) é omissa no que concerne às criptomoedas ou cripto ativos.
Em termos particulares não são tributados os rendimentos provenientes desses ativos e na ausência de regulamentação em Portugal o enquadramento fiscal dos rendimentos obtidos em matéria de IRS não está definido. No entanto, se exerce profissionalmente enquanto empresa, segue os parâmetros habituais de uma empresa. 

Últimos 10 artigos publicados